[ editar artigo]

3 dicas de manutenção de moto para iniciantes

3 dicas de manutenção de moto para   iniciantes


Quando compramos uma moto entramos em desespero quando aparece o primeiro imprevisto de manutenção, ou até mesmo uma manutenção simples preventiva. Algumas coisas podemos realizar em casa sem necessidade de procurar uma oficina.

Leia também: CAPACETES PARA MOTOCICLISTAS


As dicas que eu dou de acordo com a minha experiência:


1- Limpeza e lubrificação de corrente:
Parece simples mas muitas pessoas não sabem ao certo como fazer e que produto utilizar. No meu caso, para uma moto de uso diário eu recomendo a limpeza da corrente a cada 30 dias pelo menos, utilizo qualquer desengraxante disponível, costumam ser em spray e custam em média 20- 30 reais.


Aplico o produto antes de iniciar a lavagem da moto, deixo agir um pouco e começo a limpeza com uma escovinha de corrente ou uma escova de dentes mesmo.


Após a limpeza e secagem da corrente, aplico o lubrificante, existem vários tipos no mercado: Aerossol, spray, pasta e etc... Minha preferência é a famosa graxa branca encontrada em qualquer oficina ou loja de peças e custa em média 5 reais! Acho efetiva e lubrificante suficiente, mas vai de gosto, se preferir investir um pouco a mais e fazer menos sujeira opte pelos aerossóis. Essa é a minha opinião sobre o assunto.
A lubrificação da corrente pode ser mais frequente, semanal no meu caso. Aplico toda semana com a escovinha, e em caso de viagem longa levo meu kit: graxa e escova de dentes para lubrificar durante o trajeto.
 



 2- Ajustar a corrente:
Parece um trabalho difícil mas não leva mais que 10 minutos depois que pegar a prática da sua moto.
Compre um kit básico de chaves compatíveis que vão ter utilidade sempre!
Sempre guarde o manual ou então procure as informações no site do fabricante da sua moto.


A primeira coisa a se fazer é verificar a folga da corrente, mexendo ela pra cima e pra baixo precisa ter uma folga de +- 2 dedos ou 2 cm (depende da moto, geralmente vem um adesivo informando) depois afrouxar um pouco, um pouco! as porcas que ficam na lateral das balanças (aquela parte lateral por onde a corrente passa atrás).


Normalmente nas balanças existem riscos de marcação de ajuste, então ambos os lados precisam estar na mesma medida.
Para ajustar você vai apertar ou soltar as porcas que ficam nos parafusos atrás da balança, deixando ambos os lados na mesma medida, o ajuste é bem pouco, não se preocupe se parecer que não está suficiente.
Depois verifique se a corrente está com a folga correta e então aperte as porcas laterais! Se a corrente ficar frouxa pode acabar soltando e se ficar muito apertada pode estourar e causar até um acidente.

 


Leia também: Velhinhos saudáveis

  3- Troca de óleo:
A troca depende da indicação do fabricante, nas minhas motos variam de 1.000 a 1.500 km.

Primeiro você precisa deixar a moto reta, usar um cavalete ou apoiar na parede. Depois coloque um recipiente debaixo da moto para armazenar o óleo, abra o bujão (parafuso tipo uma tampa) que fica debaixo do motor, deixe o óleo sair completamente, feche e complete pela entrada de óleo superior com o óleo indicado para o seu tipo de moto. Não tem segredo!


Mas também lembre-se que o filtro de óleo precisa ser trocado regularmente, geralmente a cada 10-15 mil km, mas aí é um pouco mais complexo e pode ser mais indicado levar até uma oficina, essa é uma opinião pessoal minha, pois há controvérsias entre especialistas. Mas ao menos a troca de óleo mais simples você mesmo pode fazer.

 Cuidados básicos que ajudam a sua moto a durar mais, além de economizar você ainda adquire conhecimento sobre o seu veículo, é assim começa a desenvolver mais habilidades e até mesmo começar a identificar problemas, saber diferenciar quando algo não vai bem.


Cuide da sua conquista e bom rolê!

Auto Masters
Fernanda Reif
Fernanda Reif Seguir

Apaixonada por motos; Impulsionando a inclusão de mulheres no mundo motociclístico; Compartilhando experiências e aprendizado.

Ler conteúdo completo
Indicados para você