[ editar artigo]

Junta De Cabeçote: Como Saber Se Está Queimada?

Junta De Cabeçote: Como Saber Se Está Queimada?

Muito provavelmente você já deve ter ouvido falar em Junta do Cabeçote, certo? Mas o que é, e qual a função dela no motor do carro? 

A junta de cabeçote é a peça responsável por unir o bloco do motor ao cabeçote e garantir a estanqueidade da câmara de combustão, evitando que o líquido de arrefecimento e o óleo lubrificante que circulam pelo motor vazem para dentro do cilindro! 

Resumidamente, a junta de cabeçote é responsável por manter seu motor saudável, e qualquer problema com ela, é muito provável que você tenha problemas em um curto período de tempo. 

Mas como saber se a junta está queimada? Quais os sintomas para descobrir que a junta queimou?

Quando a junta do cabeçote queima, é muito provável que algum outro sistema do veículo esteja comprometido, o mais comum é o sistema de arrefecimento, que pode danificar a junta e outros componentes quando não é utilizado o líquido de arrefecimento especificado pelo fabricante do veículo. 

Quais os sintomas que o veículo apresenta: 

  • Superaquecimento do motor (indicado pelo marcador de temperatura no painel) 

  • Falhas constantes na aceleração 

  • Nível do reservatório do arrefecimento baixando rápido 

  • Fumaça constante no escapamento 

  • Velas úmidas 

Existem ainda, casos onde nenhum destes sintomas é apresentado, deixando o diagnóstico ainda mais difícil. 

Posso rodar com o veículo com a junta queimada?? 

Quando a junta do cabeçote queima, é porque houve o rompimento em sua estrutura e isso permitirá que líquidos (arrefecimento e óleo lubrificante) invadam a câmara de combustão e causem o “travamento” do motor por calço hidráulico.

Outra situação possível, é o rompimento entre as galerias de água e óleo, que podem se misturar casando o super aquecimento do motor por falta de água no sistema de arrefecimento. 

Sabendo destas consequências, a resposta é simples: NÃO!

 Com exceção de um caso emergencial onde traga algum tipo de risco para o motorista ou passageiros do veículo. O adiamento do reparo pode trazer consequências sérias, como o empenamento do cabeçote ou do próprio bloco do motor, elevando muito o custo do reparo. 

 

É necessário fazer a retífica do motor quando a junta queima?? 

Na maioria dos casos não!

Quando há um rompimento da junta, que normalmente é por algum super aquecimento do conjunto, o cabeçote é removido e enviado a retífica para que seja verificado se existe algum empenamento na peça ou não.

Geralmente apenas uma plaina, que é um procedimento simples e de baixo custo que garante o nivelamento da superfície e vedação ao instalar a junta nova resolve o problema.

Em casos maias graves, a retífica do motor pode ser necessária, a fim de evitar que exista alguma trinca ou vazamentos dentro do cabeçote ou bloco do motor. 

Como evitar a queima da junta do cabeçote? 

A melhor maneira de manter a vida útil do motor do seu carro é manter todas as manutenções preventivas em dia!

Nunca use a água de torneira no arrefecimento do veículo, pois ela possui cloro e outros sais que criam uma corrosão nas partes metálicas do motor, que pode comprometer o funcionamento da válvula termostática ou bomba d´água. Utilize sempre o líquido ou fluído recomendado pelo fabricante.

Garantir o bom funcionamento do motor é garantir a sua tranquilidade e segurança e evitar gastos desnecessários.

Lembre que a manutenção PREVENTIVA é sempre mais barata que a manutenção CORRETIVA!

E você, já passou por alguma situação com a junta do cabeçote? Conta aqui pra gente!

Auto Masters
Tulio Zaiden
Tulio Zaiden Seguir

Entusiasta automotivo Apaixonado pela arte da Funilaria e Pintura Mecânico de garagem

Ler conteúdo completo
Indicados para você